top of page

Família camponesa de São Mateus inicia experimento de produção de tomates

A família camponesa Noventa, de São Mateus, Espírito Santo, iniciou neste mês de junho (2022) com auxílio da equipe técnica da Rede Bem Viver, um experimento de cultivo de tomates agroecológicos em vasos, dentro de estufa. O experimento é realizado de modo a construir conhecimento no manejo da cultura em um ambiente minimamente protegido de doenças de solo, que atacam as raízes e comprometem a produção das plantas e em caso de infestação severa, pode comprometer todo o cultivo.


O cultivo protegido é uma forma de garantir maior segurança ao cultivo, assim como a família camponesa cujo risco de perda produtiva acaba por ser reduzido, além disto, evita a necessidade de uso de agrotóxicos para controle de doenças.

Este experimento, é conduzido pela Família Noventa e conta com o suporte do técnico e camponês, Cristerlei Knop em uma estufa, onde foi preparado substrato contendo subprodutos da produção de biofertilizante, composto orgânico, biofertilizante, disposto em vasos, retirando o contato direto com o solo. Desta forma, evita o contato com nematóides, fusarium e outros microrganismos nocivos ao cultivo.


Por mais que haja preocupação da relação do cultivo com a terra, nas condições de mudanças climáticas, fragilidade econômica não o permite, afinal de contas, há todo um tempo dedicado pela família, que caso não se converta em produção e a produção, por meio da comercialização em renda, não há avanço da agroecologia. São passos que precisam ser dados, degrau por degrau, passos longos e muito ousados, podem ser arriscados, por isso atua-se no contexto de transição.


Os próximos manejos realizados no ambiente de cultivo, continuaram a ser apoiados pela Rede Bem Viver através da equipe técnica e espera-se que em breve, haja disponibilidade do fruto nos canais de comercialização realizados pela família.


Por Assessoria de Comunicação.

26 visualizações0 comentário

Komentar


bottom of page