top of page

Quarto curso de sintropia será realizado no Sítio Bela Aurora em Barra de São Francisco

O Curso será realizado no Sítio Bela Aurora, Município de Barra de São Francisco, durante os dias 19 e 20 de fevereiro de 2021, sendo seu início no dia 19 às 08:30 h e término no dia 20 às 16:00 h, cada participante terá direito a certificação ao final do curso.

Agricultura sintrópica é o nome dado a um tipo de agricultura baseado no “sintrópico”, isto é, num sistema organizado, pela interação, equilíbrio, compreensão e melhor uso da energia e que tem como genitor Ernst Götsch, que é agricultor e pesquisador suíço, formado em ciência genética. Ernest por meio de seus estudos gerou esta agricultura que é rica e permite o desenvolvimento de sistemas de cultivo em abundância. Cabe destaque que grande parte de seus estudos se deram no Bioma Mata Atlântica, eleito entre os 25 Biomas com maior necessidade de cuidados devido a sua fragmentação e fragilidade.



O curso ofertado, faz parte de um conjunto de ações realizadas pela família Marim e que visam o desenvolvimento da agroecologia, da produção sustentável e ampliação da qualidade de vida por meio das terapias integrativas também ofertadas pela família no sítio.

É importante dar destaque ao trabalho realizado pela família no cultivo sintrópico, foi iniciado no ano de 2016, em que contou e ainda conta com a parceria do Eng. Agrônomo Paulo Radaik, especialista nesta escola de agricultura.

Contexto:

Sérgio e Carla comentam que, ao navegar pela internet, viram numa rede social a publicação de um amigo que perguntava se alguém conhecia alguma experiência de sintropia no Espirito Santo, "não conhecíamos o termo, e fomos estudar sobre na internet, buscando pelo youtube, e descobrimos o mestre Enerst e outros mais".

Após muita pesquisa, Sérgio decidiu fazer a implantação de um área de cultivo sitio, e buscou informações com o Paulo Radaik do qual já tinha amizade, e tem confiança no trabalho. "Foi ai que nasceu a ideia do primeiro curso de sintropia aqui no sítio. Em outubro de 2017 implantamos nossa primeira área através de um curso, promovido pelo Sítio Bela Aurora em parceria com a Rede Bem viver, tendo o Paulo radaik como nosso instrutor, mostrando o 'pulo do gato' na fase de implantação" Comentou Carla.

Em 2018 e 2020 foram realizados dois novos cursos, desta vez com a temática de manejo e agora será realizado o quarto curso, com a temática de implantação.

A importância da sintropia:

Para Carla, a sintropia chamou atenção pelo processo de manejo, e adequação das plantas e do meio ambiente, sendo algo revolucionário, e que permite o bem estar da natureza e dos seres que nela vivem.

Paulo Radaik, ao ser perguntado pela Assessoria de Comunicação, a respeito da importância do curso na visão de um cursista, respondeu o seguinte:

Se eu sou um agricultor convencional, o custo de produção tá muito alto, se eu aprender as técnicas da agricultura sintrópica, mesmo que eu não mude pra agricultura sintrópica, eu consigo entender o processo e reduzir o custo de produção. Se eu não tenho roça, mas tô pretendendo começar a trabalhar com agricultura, a agricultura sintrópica vai abrir um leque de conhecimentos e experiências que vão fazer com que quem assuma a roça, possa ser certeiro nos seus investimentos, planejamento, no seu retorno a curto, médio e longo prazo. Se sou um estudante, curioso ou consumidor, preciso entender como o sistema de produção funciona a partir do olhar da floresta, afinal, estamos passando uma crise ambiental gigantesca.

Se a gente não entender a importância do sistema de produção aliado a dinâmica da floresta, principalmente no que diz respeito a produção de água, a gente não muda o que tá posto. Para mudar, precisamos de conhecimento, e a agricultura sintrópica trás isso, trás aliada a produção de alimentos limpos, saudáveis, fazendo com que a terra seja cada vez mais produtiva, complementa Paulo.


Serviço: Curso de sintropia com Paulo Radaik e Sérgio Marim

Local: Sítio Bela Aurora, Córrego Santa Angélica, Barra de São Francisco - ES

Data: 19 e 20 de fevereiro de 2022, com início no dia 19 às 08:30 h e término no dia 20 às 16:00 h.

Investimento: R$400,00

Forma de pagamento: Transferência bancária, PIX, e PIC PAY e Cartão (parcelável em até 10 x com taxa administrativa de R$20,00)

Obs.; incluso no investimento, alimentação (sendo a maior parte dos ingredientes de origem no sítio ou de agricultores agroecológicos do município) hospedagem solidária nas dependências do sítio, e tendo espaço para camping e certificado de participação.

97 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page